Difícil é o Nome

Grupo: Grupo D
Fundação: 31 03 1973
Cores: Vermelho e Branco
Presidente: José Baraçal Grande
Vice presidente: Hélio Baraçal Grande
Carnavalesco: Sandro Gomes
Interprete: Raphael Bart
Mestre de bateria: Mestre Édson Junior
Diretor de carnaval: Armenio Erthal
Diretor de harmonia: Leela Ribeiro
Mestre sala: Clewerson
Porta bandeira: Juliane
Madrinha: Monique Favacho
Endereco: Av. Dom Hélder Câmara, 6990 - Pilares
Telefone: 2482-1683
Telefone: 2289-6256 - Fax
História

Inscrevendo-se na AESCRJ, no ano de 1989, após uma crise vivida na Federação dos Blocos da Cidade do Rio de Janeiro, que levou a ausência de desfiles no ano anterior, a Difícil é o nome disputou uma vaga nos Grupos de Acesso. Seu desfile foi considerado bom e obteve a terceira colocação.

O campeonato, entretanto, só veio em 1994, com o enredo Olubajé, a festa da libertação, do carnavalesco Paulo Menezes.

Em 1995, no Grupo A, apresentou o enredo sobre o sol, porém acabou sendo rebaixada. Seu melhor colocação nos desfiles até hoje é o quarto lugar do Grupo A com o enredo sobre João Havelange.

Em 1997,porém, a escola foi rebaixada pra o Grupo C, na Intendente Magalhães. Em 2006, ensaiou uma reação, voltando a desfilar na Marquês de Sapucaí, mas foi novamente rebaixada em 2007. Em 2011 terá nova oportunidade de disputar o Grupo A, já que com o vice-campeonato do Grupo Rio de Janeiro II em 2010, a escola ganhou o direito de desfilar no Grupo Grupo Rio de Janeiro 1

O ator Stephan Nercessian, após ter se desentendido com a direção da Caprichosos de Pilares, passou a desfilar na Difícil é o Nome, chegando a ser enredo da escola em 2003, e ter contribuído para que a escola homenageasse o Retiro dos Artistas em 2005.

Notícias
 
Mais resultados para busca por: Difícil é o Nome
0
SOSAMBA.COM.BR | COPYRIGHT © 2010 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS