Camisa 12

Grupo: Grupo 2
Fundação: 12 01 1996
Cores: Preto, Branco, Vermelho, Amarelo e Sulferino
Presidente: Carlos Eduardo Souza Rodrigues - Dudu
Carnavalesco: Ricardo Reis
Interprete: Léo Reis
Mestre de bateria: Alexsandro (Gordão) e Galo
Diretor de carnaval: Comissão De Carnaval
Diretor de harmonia: Magal
Mestre sala: Negrytto
Porta bandeira: Vanderléia Franco
Endereco: Rua Juvenal Gomes Coimbra, 12 - Belenzinho
Telefone: (11) 2081-4443
História

A Camisa 12 foi fundada em 08/08/1971 como Torcida. Jovens apaixonados pelo Corinthians, pertencentes a "Fiel" Torcida, com o ideal do torcedor, resolveram homenagear toda a nação corinthiana exaltando o 12º jogador.  

     O caminho percorrido pela Entidade foi difícil. O time não ganhava nada, estava na fila desde 1954. Mas a Torcida Corinthiana nunca parou de crescer, assim como a própria Camisa 12, que se transformou logo nos primeiros anos em uma das maiores torcidas organizadas do Brasil. O samba sempre esteve associado ao futebol. Junto com a memorável conquista do título paulista de 1977, terminando com um jejum de 23 anos, surgia na Camisa 12 um embrião de uma Entidade de Samba.

     Nas caravanas, ao lado das cervejas bem geladas, a batucada corria solta. Surgiu então a idéia da Praça da Batucada no local em que saiam os ônibus da Camisa 12 para os Estádios e Grandes Caravanas. Na Praça Santo Eduardo, Vila Maria, a CAMISA 12 reunia milhares de pessoas para curtir a Bateria e Grupos de Pagode em todos os sábados nos anos 84-85-86.

     No dia 12 de janeiro de 1996 foi fundada a Escola de Samba Camisa 12 que nasceu da necessidade e convergência de muitos sambistas em transformar em ideal, o amor e a dedicação ao Samba. Correndo paralelamente ao Bloco Carnavalesco Camisa 12, este nascido em 1984, edificar a Escola de Samba Camisa 12, transformou-se no desafio de construir uma entidade que gosta de fazer samba. Com uma área de eventos enorme na rua Juvenal Gomes Coimbra, 12 – ao lado da Ponte de Vila Maria, desenvolveram uma série de atividades, com ênfase na preparação dos desfiles. Vitoriosos, fizeram o primeiro desfile no Bairro de Vila Maria, berço da maioria de nossos ritmistas e de muitos componentes. Com o Enredo exaltando o Amor, conseguiram em 1997 o primeiro título no Grupo de Acesso. Isto serviu de alento e em 1998, novamente no Bairro de Vila Maria, com o enredo Nos jogos da vida, quem não arrisca, não petisca, conquistaram o título de Campeão do Grupo III. Em 1999, na disputa do Grupo II da UESP, desfilando na Vila Esperança com o enredo Uma noite na Terra da Garôa, conquistaram novamente o título de campeã, tornando-se tri-campeã.

     Citar nomes dos colaboradores muito provavelmente faria com que fizéssemos muitas injustiças. Mas o saudoso José Luis Avelino, o "Alemão", merece esta homenagem, por seu espírito carnavalesco continuar prevalecendo em nossa entidade, ele que foi o primeiro presidente da escola.

     A Camisa 12, respeitando todas co-irmãs, não quer ocupar o lugar de ninguém e sim procurar, com muito trabalho alcançar o seu lugar no mundo do samba!!!

Ano do enredo: 2014
Título do enredo: Dos navios negreiros aos dias de hoje. A trajetória de lutas e conquistas do negro no Brasil!
 
Ano do enredo: 2010
Título do enredo: Um Centenário de Paixões. Parabéns Corinthians, Renascendo a Cada Dia, Mais Vivo do Que Nunca
Ano: 2014
Título do samba enredo: Dos navios negreiros aos dias de hoje. A trajetória de lutas e conquistas do negro no Brasil!
Compositores do samba enredo: Dom Alvaro, Rodrigo Pesão e Lucas Bahia
Letra:


Vem navegar, nas águas do meu Carnaval
Veio de navio negreiro, o escravizado negro
Lutou pela vida, por um ideal
Manchou-se de sangue o mar
Num crime contra a humanidade
Depois de decadente, por conta dos ingleses
O comércio interno se tornou
Com os sete atos que se oficializou

A coroa portuguesa, que nos marginalizou
Implantando a escravatura que por tempos perdurou
Nos negaram a educação e a terra pra plantar
E depois ainda de velho não tinha onde ficar

Salve Princesa Isabel,
Rosário dos homens pretos, abolicionistas
Um pedacinho do céu
Abrigam os heróis que deram suas vidas
O tempo passou, mas ainda existe preconceito
Faço um país melhor
Quando há inclusão, que é do meu direito
Musicalidade, brilhei no cinema, na televisão
Temos estrelas no esporte
Orgulho de uma nação
Axé pra quem tem fé
Axé pra quem não tem também,
Nossa Senhora de Aparecida
Rogai por nós Amém!!!
Bambas imortais, tantos carnavais,
O samba é felicidade,
Sou Camisa 12 pregando igualdade

É preto e branco o meu coração
É doze a camisa do meu pavilhão
A negritude, hoje está em festa
Saravá São Jorge, vem que a hora é essa

 
Ano: 2010
Título do samba enredo: Um Centenário de Paixões. Parabéns Corinthians, Renascendo a Cada Dia, Mais Vivo do Que Nunca
Compositores do samba enredo: Capão, Mydras e Bola
Letra:

Nascido sob a luz de um lampião, em 1910
No bom retiro onde tudo começou
É o time do povo e do povo tu és
Sua estréia difícil foi lá no lenheiro
Na superação surgiu o mosqueteiro
O mais brasileiro foi tricampeão
Meu sangue é alvinegro
Avante campeão dos campeões
Na vitória ou na derrota, não importa
É a maior de todas emoções

Na arquibancada eu tô, torcendo com amor
Eu sou o décimo segundo jogador
Onde você for jogar
Eu nunca vou te abandonar

No maracanã a grande invasão
Um marco na história que jamais se viu
Jubileu de diamante
A democracia, exemplo ao Brasil
O meu timão conquista o mundo
Mais uma vez fazendo a festa lá no rio
Desceu, subiu... Renasceu a cada dia
E despontou com união e alegria
Parabéns, meu coração é todo seu
Vou brilhar no carnaval
Sou eu, camisa 12 sou eu

Vai começar a grande festa
O centenário do meu amor
Corinthians paulista valente e guerreiro
Abençoado por São Jorge padroeiro

Notícias
 
Mais resultados para busca por: Camisa 12
0
SOSAMBA.COM.BR | COPYRIGHT © 2010 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS